A Preguiça que a Internet Provoca

internet.jpgNa última crónica “Viagens na Minha Linha” da revista Blitz (#18), o Dr. Bakali a propósito da famosa petição online por causa do artista costa-riquenho Guillermo “Habacuc” Vargas (para os poucos que ainda não ouviram falar disto, googlem o nome do tal artista e rapidamente ficarão a saber do que falo) falou de um problema vem agarrado à total liberdade e quantidade de informação com que somos confrontados diariamente na Internet. O texto depois segue a falar da falta de responsabilidade que a maioria dos internautas tem/sente ao fazer um simples forward de um e-mail.

Uma das características da Internet e que a torna única em relação aos outros meios, é a quase total inexistência de regras, o que origina uma total liberdade “criativa” por parte dos seus utilizadores. Alia-se a isto, e mais um vez ao contrário do que é normal, a facilidade que com que se publica algo que pode ser visto milhares de pessoas espalhadas pelo mundo.

Ou seja, a quantidade de novas páginas, ou neste caso, informação que surge todos os dias na Internet é brutal, algo de completamente inimaginável há apenas alguns anos atrás. Isto habitou-nos a obter em poucos segundos a informação que precisamos ou queremos a cada momento. Habitou-nos também sermos preguiçosos, a gostar que a informação venha ter a até nós, em vez de sermos nós a ir ter com ela.

O problema surge, porque se na televisão e nos antigos meios de comunicação, a informação nem sempre é a mais certa e imparcial, ou seja, confiável, na Internet esse problema agrava-se. Não que não exista boa informação na Internet, que a há e devido a vários factores ainda em maior quantidade e qualidade que em muitas televisões/jornais/rádios/etc ditos conceituados, mas devido à facilidade de publicação que falei, o lixo também surge, obviamente.

Com isto percebe-se que esta facilidade de obtenção de informação, provocou uma falta de vontade por parte dos internautas em aprofundar ou verificar a veracidade/parcialidade das informações que obtêm de fontes de certa forma desconhecidas. Portanto, se não houve cuidado, um dos maiores trunfos da Internet, pode ter o efeito oposto ao desejado inicialmente.

 

Para acabar, deixo uma frase que vinha também na tal crónica da Blitz.

“The WWW, more than anything else, will lead to a society where information is free. While I have always been for this, I just realized it come with a price – lots of noise.”

FPL 9000
Anúncios

~ por FPL 9000 em 031207.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: