White Blood Cells

070627084654.jpgDemi-Lee Brennan parece ter ganho algo bem mais valioso e raro que o tão desejado Euro-Milhões. Ela é o único caso documentado em que ocorreu uma mudança do tipo sanguíneo e do sistema imunitário. Esta mudança ocorreu após um transplante de fígado quando esta tinha 9 anos. Nos 9 meses após o transplante, o organismo de Demi começou a destruir as suas células sanguíneas. Estas foram repostas por células estaminais do dador que, aparentemente, se infiltraram na medula óssea dando origem a um novo sistema imune e a um novo tipo sanguíneo, tendo este sido alterado de O negativo para O positivo.

O que é habitual acontecer em casos de transplante é o sistema imune do paciente rejeitar o órgão transplantando, sendo necessária terapia com imunosupressores durante a toda a vida para manter o órgão transplantado em funcionamento. Neste caso, por alguma razão as células do dador parecem ter uma maior capacidade de sobrevivência do que as do paciente.

Este caso está ser alvo de estudo pela comunidade médica em todo o mundo. Caso se consiga descobrir os mecanismos que levaram a esta alteração será uma importante descoberta para todos os doentes transplantados ou para aqueles que esperam um transplante, uma vez que estarão livres dos problemas de rejeição do órgão, irreversível a longo prazo, e da pesada dose de terapia imunosupressora e das suas consequências.

O estudo encontra-se publicado no The New England Journal of Medicine.

ACG 9000
Anúncios

~ por ACG 9000 em 290108.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: