Shout Out Louds / Aula Magna

Tudo aconteceu ao contrário no concerto de ontem à noite que trouxe os suecos Shout Out Louds à Aula Magna em Lisboa.

Começou com um despropositado espectáculo de stand-up comedy com o Bruno Nogueira – mas o rapaz não teve culpa e fez um excelente trabalho, onde (in)felizmente aconteceram alguns dos melhores momentos da noite. Grande Bruno.

ritaredshoes_am.jpgO segundo acto da noite coube à nova descoberta da música portuguesa, Rita Redshoes. Ela e a sua banda deram a conhecer o seu recente álbum de estreia. Depois de várias canções bastante bem apresentadas de “Golden Era” que culminaram com Hey Tom, e ainda de ficarmos a saber que um dos concertos da sua vida foi um concerto dos dEUS precisamente naquela sala, Rita e companhia sairam de palco para depois voltarem, desta vez com uma versão de Lonesome Town, uma música do norte-americano Ricky Nelson. Bonita forma de acabar este concerto que só teve como ponto negativo o som, que poderia ter estado um pouco melhor.

shoutoutlouds_am.jpgPor fim, surgem os Shout Out Louds em palco. A primeira coisa a apontar ao concerto foi o som – culpa ou não da banda, o som esteve péssimo ao longo de todo o espectáculo – demasiado alto, distorcido e cheio de falhas. É certo que os instrumentos deles ficaram retidos em Milão (bem como as t-shirts para vender, coitados), mas isto não desculpabiliza, na totalidade, as falhas que houve. A juntar a isto, os Shout Out Louds são uma banda que consegue sem dúvida criar bons momentos em palco (há que ser justo), mas têm o problema da maioria das suas músicas não passarem do mesmo. Depois foi ver a loucura generalizada quando foi tocada a já tão conhecida dos portugueses Tonight I Have To Leave It, o que por si só mostrou a razão de muita gente estar ontem presente naquela sala e também dos efeitos já sabidos de ter uma música num anúncio televisivo de uma operadora móvel. Foi um concerto repetitivo que falhou por completo do ponto de vista técnico e que tirando um momento aqui e ali, só terá agradado a um ou outro fã mais fervoroso (havia-os). A postura da banda – pouco comunicativa e sem mostrar nenhum entusiasmo a tocar – não ajudou em nada a melhorar os pontos negativos acima referidos.

Foi portanto uma noite onde os artistas portugueses se sairam bastante bem, e onde, por pouco, que o suecos mais valia terem ficado retidos com as malas em Milão.

FPL 9000
Anúncios

~ por FPL 9000 em 270308.

3 Respostas to “Shout Out Louds / Aula Magna”

  1. Eu que fiquei com pena de não poder ir!
    Sendo assim, estou um pouco mais descansado…acho que existem outros sítios onde posso assistir ao Bruno e à Rita.

    Bom espaço virtual

    Abraços

  2. Admito que não sou um grande fã da banda, mas de qualquer forma sim, hás-de poder assistir ao concerto em melhores condições. E também com maior duração, porque penso que se ultrapassou a 1 hora de duração não foi por muito.

    Obrigado. :)

  3. Eu acho que os Shout Out Louds deveriam ter feito a entrada e a Rita deveria tert sido a principal, e mesmo assim os Shout não estariam a altura, eu fui ao concerto e a Rita brilhou…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: