Os banqueiros e as pessoas

cartaz_be

Parece quase um forma súbtil de chamar outra coisa que não pessoas aos banqueiros.

Mas quanto à mensagem do cartaz – é realmente uma coisa que me vai fazendo uma certa (muita) confusão…

FPL 9000
Anúncios

~ por FPL 9000 em 081108.

4 Respostas to “Os banqueiros e as pessoas”

  1. Pensei que o governo tinha decidido nacionalizar um banco (medida totalmente neoliberal e capitalista), deixando os gestores sem indemnização. Com o objectivo de seres não perderem todas as poupanças que tinham. Mas aparentemente para o BE, só quem vive acima das possibilidades e tem que pedir empréstimos é que é pessoa, ou seja, pessoas que necessitam de uma sociedade capitalista. Demagogia na oposição de esquerda, LOL. Será que o Francisco Louçã tem empréstimos? Mas o mais provável é estar mal informado acerca do que se passa.

    PS. Parabéns pelo blog ;)

  2. Não sei se percebi bem o que disseste, porque acho que falta aí uma ou outra palavra. Mas ainda assim, estás a querer dizer que quem tem dinheiro nos bancos ou empréstimos só tem a ganhar com estas nacionalizações, para não perder o que lá tem? Se sim, até concordo contigo. A questão que aqui me faz confusão é ver o Estado a gastar milhões para salvar bancos que estão nas mãos de gajos que ganham milhares por mês, e depois não ver ninguém a ser responsabilizado por nada. Quando há centenas de coisas mal em Portugal em que é preciso muito dinheiro (que afectam gente que não tem culpa de nada), o tal dinheiro nunca aparece – mas nisto, em que um dezena de palhaços faz porcaria, o Estado já aparece logo com o dinheiro. E quem provocou isto está-se nas tintas para o que o Estado gasta ou deixa de gastar, porque já tem o mais que suficiente do lado dele. Quem se lixa são os 99% dos portugueses que vêem muitos milhões de euros serem desperdiçados por causa de 1% de anormais.

  3. Decidimos viver numa sociedade capitalista e estas são as consequências. Estes dinheiros são realmente necessários se não quisermos ter uma “Grande Depressão” outra vez. O que me irrita é a demagogia e o popularismo do BE. Juros altos (definidos pelo BCE e não pelo governo) também são um incentivo à poupança.
    Claro é injusto que uma pessoa honesta tenha que pagar a incompetência dos outros, ou pagar ordenados a presidentes câmara com processos em tribunal, ou pagar casas a pessoas que se recusam a trabalhar, ou estádios de futebol. Portugal.
    Greetz

  4. Claro, mas não fui que escolhi este tipo de sociedade, não concordo com este modelo, e nem sou eu que voto nos partidos que estão sempre no poder, por isso posso falar. Se o BE pode ou não falar, isso já é outra história, e até percebo isso que dizes.
    E não é só em Portugal, antes fosse – ia-me embora estava resolvido. :P

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: